sábado, 8 de outubro de 2011

Overclock Phenom II X4 840 @ 4.0 gHz



Realizamos o teste do Processador AMD Phenom II X4 840 e obtivemos resultados interessantes:
  • Verificamos a igualdade de arquitetura quando comparado como o Athlon II X4 630.
  • Observamos também algumas diferença entre estes processadores como relação a capacidade de overclock. Abaixo vocês podem acompanhar o nosso teste.
Para o teste foi utilizado o seguinte sistema:
  • Cooler Zalman 9700NT
  • Processador AMD Phenom II X4 840 3.2 @ 4.0 gHzPlaca mãe Asus M4a785td-v Evo Memória Kingston 1333 mHz @ 1667 mHz
  • HD Seagate Baracuda 1 TbFonte Seventeam 450WVga 9800GTX+ 512mb 738mHz/1100mHz @ 775mHz/1125mHz
Softwares Utilizado:
  • Windows 7 Ultimate x64
  • 3DMark06
  • 3DMark Vantage
  • CPU -Z
  • AIDA64
Confira os resultados do teste a seguir:

Confirmação de Overclock utilizando o CPUZ, 4,0 ghz 100% estável.



Resultados interessantes na latência, leitura e escrita de memóris com Aida64



Boa pontuação no 3DMark06 e Vantage o que confirma a aptidão dos processadores AMD para games.




Neste teste podemos constatar uma maior qualidade do processador Phenom II X4 840 quando comparado como o Athlon II X4 630.
O CPU Phenom chega facilmente aos 3,8ghz com ajustes automáticos na placa mãe, já o Athlon X4 sofre para chegar aos 3,5ghz.
Este processador é uma excelente escolha, para quem gosta de games e eventualmete se aventura em uma edição de imagem e video.
Sua performance e seu preço reafirmam sua competitividade no mercado.
Este Produto é recomendado pela equipe do OverclockMT.


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Curiosidades sobre overclock - Os 07 Maiores Mitos



Para os menos familiarizados com o termo, overclock é a arte de ajustar um ou mais componentes do computador, como o processador por exemplo, a fim de fazê-lo rodar em uma especificação maior do que o avaliado pelo seu fabricante.
Agora você me diz: Como isso é possível? Cada peça de um computador produzido por empresas como a Intel e a AMD são testados e aprovados para uma determinada velocidade. No entanto, a maior parte delas são depreciadas para uma margem maior de confiança. Aqui é onde entra em jogo o overclock.
Overclock é simplesmente aproveitando o grande potencial que existe para uma determinada peça, mas que o fabricante não está disposto a dar garantia com ela trabalhando nessas especificações ou como acontece em muitos casos, pegam o mesmo produto e lançam com vários clocks diferentes para atender uma parcela maior do mercado ou vários públicos alvo.
Ao longo dos anos, ouvimos de tudo. Segundo alguns, o overclock poderia muito bem ser o fator mais importante por trás do aquecimento global. Outros alegaram que overclockar um computador não só vai diminuir a vida útil do seu processador, mas também de seu dono ... Brincadeira à parte, que recebemos rotineiramente todos os tipos de perguntas de nossos usuários sobre overclock. Através disso, identificamos alguns erros chave que as pessoas têm quando o assunto é overclock. Nós pensamos que seria interessante compilar uma lista dos maiores erros e tentar desmistifica-los.
Sem mais delongas, apresentamos a vocês o nosso top 7 mitos sobre overclock:

1- Overclock é aumentar a velocidade do processador

Muitos recém-chegados ao overclock fazem o erro de se concentrar demasiadamente no seu processador e esquecer que o overclock é uma equação que contém múltiplas variáveis. Colocar um sistema de refrigeração adequada no local, ajustando a alimentação fornecida para os componentes, o acompanhamento dos seus resultados com as ferramentas certas e fazer as pesquisas necessárias são passos críticos no caminho para o sucesso e overclock seguro. É também muito importante verificar se outros elementos-chave do computador são capazes de lidar com as novas especificações que o sistema irá trabalhar. Por exemplo, se você está pensando em fazer um overclock na velocidade do barramento e mantendo a memória sincronizada , certifique-se que você está usando uma memória que consiga trabalhar em tal velocidade. Se você é um gamer, você também pode querer olhar para o overclock da GPU para obter máximo desempenho.


2- Overclock é perigoso e vai fazer seu computador explodir



A aceleração da freqüência de operação de um componente de hardware vai aumentar a produção térmica de uma forma linear, enquanto a tensão fará com que o calor gerado aumente como um foguete. Se mal administrado, estes aumentos de temperatura podem causar danos físicos permanentes aos componentes ou até mesmo a "morte por calor". Dito isto, seu computador, em geral mostram sinais de mau funcionamento, tais como falhas ou travamentos, muito antes que algo dramático aconteça o que lhe dá a chance de fazer os ajustes necessários.
Normalmente os Componentes também são equipados com sensores térmicos que irão acionar um mecanismo regulador de pressão ou até mesmo um desligamento completo quando o nível de calor for muito alto. Adicione a isso o fato de que você é um overclocker responsável e que vai fornecer resfriamento suficiente ao seu sistema, e você pode continuar com seu negócio de overclock sem medo de explosões.

3- O superaquecimento é o único efeito colateral de overclock


Superaquecimento recebe a maior parte da atenção no que diz respeito aos efeitos colaterais de overclock. No entanto, incorreção funcional é muito mais prevalente e muitas vezes esquecido efeito colateral de overclock. Como um componente overclockado opera fora das condições de operação do fabricante recomenda, o overclock pode criar erros imprevisíveis que podem levar à instabilidade do sistema e perda de dados. Embora seja quase impossível para uma pessoa comum testar exaustivamente a funcionalidade de um componente, "testes de estresse", alguns softwares podem ser uteis como por exemplo: Everest e o Prime95. Esses softwares ajudam na detecção de possíveis erros e instabilidades do sistema.

Sistema de refreigeração otimizado

4- Não existe uma receita universal para overclock

Verdade seja dita, overclock é tentativa e erro, e pronto. A razão para isso é simples - todos os componentes de hardware são diferentes. Cada componente tem seus limites originais e se comportam de maneiras diversas, dependendo de sua configuração e do ambiente em que atua. Mesmo dois processadores originários do mesmo processo de fabricação, com exatamente as mesmas especificações no papel, pode trazer resultados conflitantes na prática. Por exemplo, um pode ser estável a uma taxa de clock mais altas do que os outros com a mesma tensão. Isso significa que você deve sempre ser cauteloso ao ler sobre overclock e recomendações para seu hardware ou quando se comparam com resultados de outras pessoas. Nada bate exatamente em duas situações diferentes.

5- Overclock permitirá que você se aposente mais rico

Um benefício conhecido de overclock é que você pode comprar um componente de desempenho inferior, mais barato e através do overclock atingir o desempenho superior de um componente mais caro. No entanto, as pessoas muitas vezes esquecem que overclock incorre em custos novos que podem ou não compensar esse dinheiro economizado. Por exemplo, você pode precisar comprar um cooler de alta performance ou adquirir um sistema de refrigeração líquida, a fim de melhor lidar com o calor gerado pelo seu componente overclockado. Também deve ser dito que overclock resulta em maior consumo de energia, que por sua vez pode aumentar a sua conta de energia. No fim das contas, você deve considerar overclock mais como um hobby do que um investimento.

6- Os fabricantes proíbem a pratica de overclok

Na verdade, não há absolutamente nenhuma lei contra overclock. Na verdade, o overclock é por vezes oferecido como um serviço legítimo ou recurso para os consumidores, fabricantes e varejistas. Vários fabricantes oferecem mesmo com overclock de fábrica versões de seus componentes de hardware, com garantia incluída, que pode ser uma solução atraente para os entusiastas buscando um melhor desempenho, que ainda inclui proteções de garantia. Entretanto, deve-se dizer que esta não é uma prática universal. Muitos fabricantes anula sua garantia se detectar defeitos causados por overclock. Mesmo que a constatação disso seja muito difícil, nós recomendamos que você leia a política de garantia do fabricante antes de qualquer tentativa de overclock. Apenas no caso.

7- Apenas especialistas em computadores devem se interessar por overclock

Muitas pessoas ao entrar em contato com o termo overclock pela primeira vez, se sentem meio perdidas. Se for esse o seu caso, lembre-se que cada especialista foi um novato em algum dia. Apenas vá com calma, faça sua pesquisa, se familiarize com as ferramentas e envolva-se em comunidades sobre o assunto tais como www.overclockers.com, overclockmt.blogspot.com e www.extremeoverclocking.com - o resto se seguirá. Isso sem mencionar que você deve ir devagar! É altamente recomendável que você se aproxima do overclock com passos de bebê. Tente mudar a sua velocidade de barramento em 5% a 10% e observe como vão as coisas. Se isto funcionar, tente um pouco mais alto. Se não, dê um passo para trás. Faça o que fizer, certifique-se de se divertir! Overclock pode ser um hobby envolvente e altamente recompensador, que permitirá que você ganhe o valioso conhecimento sobre o sistema e os computadores em geral.